Zé Mané

"Dás um banho istepô!"

               

Se há lugares que nos agradam, são aqueles que querem ser a extensão da nossa casa. O bar Zé Mané carrega esse conceito da maneira mais manezinha que se poderia conseguir. Além de lar, ele traz o boteco e a infância harmonizados em um ambiente caseiro e aconchegante.

Em 2011, as sócias e amigas Ângela Monguilhott, Isabel Hagemann e Leila Pinheiro, uniram seus talentos e experiências na busca de montar um espaço diferente que trouxesse as comidas de boteco ao paladar dos manezinhos. Juntaram suas vivências e ideias de viagens ao pitoresco da cultura de Florianópolis.

 

Ângela, formada em Engenharia Civil, é a responsável em atender e administrar o bar. Foi ela quem idealizou o projeto de restauro e reforma da antiga casa na orla do bairro de Coqueiros. Mantendo as cores padrões das janelas e trazendo o amarelo açoriano conhecido de outros edifícios históricos de Florianópolis, o bar ganhou destaque e atraiu a atenção dos moradores e visitantes da região, e foi um dos pioneiros da hoje conhecida Via Gastronômica de Coqueiros.

A vista do mar invade os ambientes internos, que buscando maior integração e amplitude, tiveram algumas das paredes originais removidas. Cada pedaço de parede restante foi decorado com quadros, fotografias antigas, frases e ditados populares da cultura do Mané, tornando o ambiente divertido e descontraído. Os móveis antigos, os azulejos nas paredes e os caixotes de madeira humanizam o ambiente e compõem a atmosfera ideal para todo tipo de cliente, desde crianças até idosos.

A decoração ainda conta com objetos muito especiais: brinquedos! Eles estão espalhados por todos os lados e não estão ali apenas para olhar, os clientes tem total liberdade para pegá-los e iniciar a sessão nostalgia. A maioria dos brinquedos faz parte da coleção de Ângela, que tem assumidamente alma de criança, mas alguns também foram doações de clientes assíduos.  

Com os “pitacos” de Ângela e Leila, a Chef Isabel desenvolveu um cardápio diversificado e muito bem-humorado. Harmoniza as comidas de boteco com os alimentos típicos da ilha, e ainda reforça o conceito do bar com aquela comidinha de casa - do papai e da mamãe. Ela interpreta e reinventa clássicos petiscos e oferece novidades de tirar o chapéu. Um cardápio em constante aprendizado e adaptação, que se molda a cada estação, sempre com deliciosas novidades para o bar. No inverno, por exemplo, já nos deliciamos no buffet de sopas, composto por 8 sabores diferentes todos os dias!

 

Dividido pelo tamanho das porções, o cardápio trás as seções: “para um”, “para a galera”, “na panela”! Tem ainda a opção “para ficar mais um pouquinho”! E além dos mais de 120 rótulos de cachaça, a carta de bebidas possui a releitura dos clássicos drinks e também de criativas e inusitadas caipirinhas, que aguçam a curiosidade e trazem frutas sazonais e típicas da região de Florianópolis. Os clássicos como escondidinho, ainda recebem nova nomenclatura Mané, neste caso, Mocosadinho. O Bar serve o Chopp Catarinense Schornstein, e os refrigerantes Pureza e Laranjinha da Serra, buscando mais uma vez os sabores regionais.

 

Optamos em experimentar as dicas de Ângela e degustar iguarias que dificilmente encontramos por aí. Provamos: Dadinhos de tapioca – acompanhado de geleia apimentada; Caldinho de feijão – com direito a pedacinhos de bacon; Dedinhos de aipim com provolone – novidade do cardápio! Bolinho de camarão na moranga; Coxinha de Feijoada – com a massa feita de feijão e recheio de bacon e couve, acompanhada de molho de laranja. Para beber, ficamos com o Chopp Artesanal, a caipirinha Onça Pintada ­­– bergamota e maracujá –, a caipirinha de Jabuticaba, e fechamos a noite com a caipirinha Kiwurvardida – kiwi, uva e pimenta dedo de moça – e a sobremesa Pracomê.  

 

Dessa vez essa comilança toda foi apenas para três, saímos de lá felizes e mais que satisfeitas! Ficou apenas a vontade de voltar e experimentar outros petiscos criativos e interessantes do cardápio. A dica é começar a noite com os petiscos em lata, novidade para o verão do cardápio! Não vá aos óbvios, escolha o que lhe parecer mais criativo e curioso, vai te surpreender! Troque a tradicional batata frita pelo Dadinho de tapioca, perfeitos para acompanhar a cerveja com a galera. Não é a toa que o Bar Zé Mané já conquistou 7 prêmios da Revista Veja em apenas quatro anos de funcionamento!

 

Sinta-se em casa! Aproveite! Brinque, vivencie sua nostalgia e prove das delícias de um boteco Zé Mané!

 

Happy Hour bem servido para três: R$120,00

 

Boteco Zé Mané - Via Gastronômica de Coqueiros, 2360, Florianópolis

Aberto todos os dias, 18h até 00h - (48) 3206-7726

Please reload

Posts Recentes

July 29, 2019

May 20, 2019

March 1, 2019

November 20, 2018

November 14, 2018

April 9, 2018

March 28, 2018

Please reload

Procure por tags
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle