CHU Restaurante

18.01.2016

CHU Restaurante: o melhor do design e da gastronomia no interior do Rio Grande do Sul, onde a valiosa cultura regional se harmoniza com a arquitetura!

 

De férias com a família encarei uma longa viagem de carro passando pelo Rio Grande do Sul e pelas capitais Uruguaia e Argentina, terras muito conhecidas pelos melhores cortes de carne bovina. Para nossa surpresa encontramos em Pelotas, disparada, a melhor carne da viagem! Nos deparamos não apenas com uma gastronomia de excelência mas também com um ambiente incrível, que mescla o passado e o presente criando uma atmosfera agradável e estimulante. Para os amantes de design o restaurante traz muitas surpresas, peças de renomados designers internacionais podem ser admiradas durante a visita.

O CHU Restaurante foi inaugurado em novembro de 2011 e leva no nome o apelido de infância do chef e proprietário Fernando Manta. Formado em hotelaria e gastronomia na Serra Gaúcha, desde pequeno Chu preferia as panelas aos carrinhos. Teve o avô como primeiro professor, quando costumava acompanhá-lo na cozinha do hotel da família, o Hotel Manta.

 

Junto de sua esposa, Claudia Silveira Manta, Chu idealizou a criação do restaurante, onde a essência deveria ser o equilíbrio entre a simplicidade e a alma da gastronomia italiana. Com a ajuda do arquiteto gaúcho Rudelger Leitzke conseguiram dar forma e vida ao sonho, e criaram um restaurante contemporâneo com identidade própria.   

 

O restaurante foi instalado em um antigo curtume do séc. XIX que, com as intervenções contemporâneas do arquiteto, renasceu, transformando-se em um restaurante singular, elegante e moderno.  Os quatro salões do restaurante estão divididos em dois pavimentos e são complementados por outros espaços, como o hall de entrada, o espaço kids e o pátio externo.

 

Na fachada, o letreiro iluminado com nome do restaurante contrasta com as paredes de tijolos originais. O acesso principal é marcado com uma intervenção expressiva: um silo de armazenagem de grãos compõe e quebra com a linearidade da edificação existente. Além de ser um elemento de reuso, o silo também remete a cultura local, que é muito presente na paisagem do interior do Rio Grande do Sul. Ainda na fachada, charmosas oliveiras identificam a culinária servida no restaurante: a boa e saborosa comida italiana!

 

Logo ao entrar, nosso olhar é direcionado para a luminária Welcome Guest, da Kare Desing, uma recepção com bom humor e estilo. O cliente está envolvido por uma arquitetura que fala por si e o estimula a interagir com ela.

No salão principal a grande protagonista é a cozinha, em uma caixa de vidro, os clientes podem ver o espetáculo atuado pelo chef e seus auxiliares. No teto, a estrutura de madeira do telhado da antiga construção divide atenção com as luminárias Cumulus da Deltalight, lúdicas e funcionais, elas chamam atenção pela forma e iluminação difusa. Flutuam no teto e despertam a imaginação dos clientes. Foram variadas as comparações feitas na mesa.. seriam nuvens, donuts ou bóias?!

O mobiliário solto permite um layout flexível para salão, podendo se adaptar as necessidades dos clientes ou aos eventos que possam ser realizados.  Alguns móveis foram desenhados pelo próprio arquiteto, com as mesas de pés de ferro e tampo de madeira de pinho de araucária. Mas a maioria são peças renomadas como as cadeiras italianas Holly Stackable Side de Marcello Ziliani, feitas com plástico injetado, e as cadeiras de alumínio Navy produzida pela Emeco, criada para a marinha americana em 1944. O candelabro Spin de Tom Dixon também se destaca neste ambiente. 

Um ambiente de contrastes não apenas na arquitetura, mas também na decoração. Onde peças assinadas por renomados designers dividem o espaço com itens de reuso, como as lonas de caminhão utilizadas como revestimento de paredes, tetos e guarda corpos das escadas. Arquitetura e decoração com personalidade, estilo e consciência!

 

Os biombos ripados também se destacam, foram a grande jogada para criar privacidade entre as mesas, eles delimitam o espaço sem confiná-lo e torná-lo desconfortável, são permeáveis. Contrastando com a horizontalidade das ripas dos biombos, o papel de parede listrado entra para reforçar a verticalidade do ambiente.

 

Do pátio externo também é possível observar a cozinha, ele é composto por dois ambientes: a horta e o lounge com lareira. O lounge é um ambiente mais privativo, que nas frias noites gaúchas pode ser aquecido pela charmosa lareira em concreto aparente. É formado pela icônica poltrona NEMO de Fabio Novembre para Driade e pelos sofás e poltronas Bubble Club de Philippe Starck para a Kartell. Uma ambientação intimista rodeada pelas delicadas oliveiras.

 

No hall dos banheiros, os clientes podem aprender um pouco mais sobre as peças do restaurante em uma espécie de hall da fama, onde quadros identificam as peças e seus designers.

 

A arquitetura de qualidade envolve e impressiona clientes e visitantes, dos leigos aos profissionais.  Não foi a toa que o projeto foi finalista em 2012 do Restaurant & Bar Design Awards na categoria América do Sul e Central.

 

Arquitetura e decoração impecável, mas e o cardápio? De tirar o fôlego!!

 

Provamos e mais que aprovamos alguns dos muitos pratos oferecidos pela casa. O Risotti Al bosque, mix de cogumelos frescos, queijo mascarpone e azeite de trufas negras; o Risotti Di agnello, cubos de cordeiro flambados ao vinho Malbec com queijo grana padano; o Panzotti de cordeiro, massa em formato meia lua, com um toque de gergelim, recheada de cordeiro ao molho de mostarda, mel e alecrim; e a grande estrela da noite.. o Entrecot Premium (300gr), acompanhado de Risoto milanês com ervas, farofa e molho chimichurri da casa, foi lembrado e desejado pelo resto da viagem toda!! Harmonizado com o Pata Negra Oro Tempranillo, equilibrado, fresco e leve!

Todo o investimento vale a pena nesta experiência multi sensorial com uma pitada da cultura gaúcha e do design renomado. Se jogue em um dos saborosos risotos acompanhado de um bom vinho aos pés da lareira no inverno gaúcho, não tem como se arrepender!

 

CHU Restaurante - Rua Andrade Neves, 3800, Pelotas - RS - Brasil
Funcionamento: 3ª, 4ª, 5ª e domingo das 19h às 24h
Sexta e sábado das 19h à 1h

Reservas e Tele-Entrega
53 32-250-250

restaurantechu@gmail.com

 

Please reload

Posts Recentes

July 29, 2019

May 20, 2019

March 1, 2019

November 20, 2018

November 14, 2018

April 9, 2018

March 28, 2018

Please reload

Procure por tags
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle