• Aline, Julia, Natália

Rabodigalo


Um coquetel para cada momento!

A antiga expressão “Rabo de Galo” é utilizada até hoje para descer aquela boa e velha cachaça com vermute, e ainda diz a lenda que a brincadeira do nome está na releitura brasileira do termo inglês cocktail (cock – galo, tail – rabo). Com o fervor da mixologia, os sócios, Felipe, Simone e Gabi, trouxeram a sua releitura e nomearam a primeira casa de coquetéis de Floripa: Rabodigalo!

Felipe Palanowski, manézinho e psicólogo, há quase uma década está envolvido com o mundo dos bares, passando pelo balcão, pela gestão de um bar e até como consultor de carta de coquetéis de algumas casas de Florianópolis. Experiente e inspirado nas tendências mundiais quis trazer para a ilha um ambiente inovador e único, que pudesse popularizar tanto a coquetelaria quanto educar o paladar, mostrando que é possível harmonizar drinks com a gastronomia.

Há um ano iniciou o projeto junto com sua parceira de vida, Gabriela Watanabe, turismóloga natural de São Paulo. Em um momento de lazer foram conhecer o contêiner de porpetas (as famosas almôndegas) comandado pelo italiano Simone Colombo. Saborosas e com um conceito que encaixava em suas ideias, o casal sugeriu à Simone que aderisse ao projeto e o convidou para ajuda-los a harmonizar porpetas e drinks. Não demorou muito para Simone querer mudar de endereço, e os três empresários embarcaram juntos nesse novo projeto.

A localização da casa é um dos pontos chaves para a formação do conceito do bar. A escolha por um local intimista e de fácil acesso, porém fora do eixo principal do bairro, permitiu criar um bar com lounge externo sem barulho excessivo, que permite o cliente estar, permanecer e se deliciar com a carta de coquetéis e os sabores das polpetas. Um lugar inesperado, feito para ser encontrado! O bairro escolhido, o Santa Mônica, está estrategicamente localizado, no centro da ilha, possui fácil acesso e distribuição para os outros bairros da cidade.

Todo o processo criativo da casa foi e é colaborativo, desde a decoração e construção, até a produção do cardápio. Novas combinações de sabores e coquetéis passam pelo paladar e olhares dos três sócios e ainda com ajuda de parceiros - como Ju, esposa de Simone. Para a materialização do espaço, Felipe compilou as ideias e levou as intenções para o arquiteto Gabriel Hering pôr em execução. Um bar de esquina, que está ali tanto para ser visto quanto para ver!

Como vitrine de esquina, o bar possui um caráter industrial e contemporâneo, utilizando pinus para o deck elevado e para a rampa de acesso. Separado em área externa e interna, o bar permite o aconchego para dias frios e o refresco para dias quentes.

Na área externa um grande banco perimetral contorna o lounge e dá sustentação para as floreiras voltadas para a rua. A iluminação indireta com fita de led embaixo do banco dá um clima gostoso e intimista, e ainda compõe com as luminárias industriais junto à parede de cimento. Os móveis soltos permitem a flexibilidade do layout, podendo receber casais ou grupos grandes.

Internamente, logo na entrada, o grande balcão em cimento queimado e placas metálicas reutilizadas dão força para o ar industrial enquanto na parede de fundo o papel de parede único, desenhado pelos sócios, dá uma identidade muito forte para a casa. Mais adiante, podemos ver a cozinha com o conceito aberto, que ganha charme com as tijoletas brancas nas paredes e permite que os clientes vejam toda a produção das famosas polpetas!

A utilização de materiais reciclados e reutilizáveis também foi um dos conceitos chaves para o desenvolvimento do projeto. Além do deck e das chapas metálicas do balcão, as mesas de centro do lounge foram feitas a partir de chapas de contêiner, enquanto os pendentes internos foram feitas pelos próprios proprietários reutilizando latas de molho tomate.

Com um cardápio moderno e de personalidade, a casa tem a intensão de mesclar a coquetelaria fresca e contemporânea, cheia de frutas, aromas e temperos, aos sabores da comida de boteco italiana. São 26 drinks exibidos na carta, além de mais de 30 clássicos reinventados, todos apresentados com qualidade e criatividade!

Seguindo a tendência, os drinks são leves e refrescantes com sabores mais complexos, menos doces e menos concentrados. Qual o melhor? A casa é persistente, o melhor depende de você! Tudo dependendo do seu humor, do seu paladar e do seu momento.

A apresentação dos drinks é outro item que chama a atenção quando visto na página inicial da carta e também quando entregue pelos garçons. Afinal, o recipiente é o que nos dá a primeira impressão, transmite o aspecto principal do drink – encorpado, descontraído, clássico – e estimula, seja esteticamente ou quando o aroma e o paladar são potencializados pelo formato dele.

Para petisco, a casa oferece os mais antigos finger foods italianos e de boteco, como almôndegas, batatas fritas e bruschettas. Simone traz as receitas tradicionais de sua família para pequenas porções e adiciona outros sabores influenciados pelo mundo. Com gostos definidos e intensos, permite um binômico interessante ao servir pequenas porções sugeridos com drinks imponentes da casa.

As fritas são as que mais saem, são crocantes e temperadas com manteiga de ervas, acompanha maionese de alho, aquele clássico de boteco. Porém, a preferida do chef é a receita da vó, tradicional: a Clássica Al Pomodoro - porção de 4 almôndegas de carne bovina, com 10 outros ingredientes secretos e suas especiarias, servido com molho de tomate italiano caseiro, acompanhado ainda com maionese ou picante ou clássica, e pão italiano ou fritas ou ainda batatas ao murro. Todas as porções são com ingredientes de melhor qualidade, frescos e com pré-produção diária, as almondegas são produzidas no dia, fresquinhas e sem congelamento.

Dentre as combinações sugeridas da casa, experimentamos o The Naked Lunch – tartare de carne servido com chips de parmesão desidratado, acompanhado com pão italiano – harmonizado com o drink French 75 – gin, limão siciliano e espumante brüt, e também Le Polpette Sicilia Connection – crocantes almôndegas de berinjela defumada e parmesão, servidas com molho tzatziki – harmonizado com Tropicália – cachaça amarela, maracujá fresco, açúcar demerara, pimentão verde e perfume de alecrim. Delícia!!

Também provamos e indicamos o drink Rabodigalo – uma releitura do clássico, cachaça envelhecida, aperitivo de alcachofra, limão siciliano, açúcar demerara e bitter aromático. Além do nosso predileto: La Púrpura – gin, aperol bitter, limão siciliano, amora canadense e calda de amora! Outra aposta certeira são as almôndegas Fritz Balls, que como diz a legenda, técnica italiana, mas coração catarinense, é elaborada com linguiça Blumenau com perfume de alecrim, vale a pena experimentar.

E ai, bora tomar um drink?!

Média de drinks e petiscos para dois: R$60,00

Rabodigalo - Clodorico Moreira, 23 loja 01, Santa Mônica, Florianópolis -SC

Aberto de Terça a Sexta 18hs - 00hs

aos Sábados 19hs - 01hs

(48) 3206-7260

#Drinks

0 visualização
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle